Design Gráfico – 5 erros mais comuns

1. Imprimir usando design feito para web.

A migração do web design para o design gráfico para impressão pode trazer uma infinidade de falhas no design. As imagens com 72 dpi compactadas para serem carregadas rapidamente em um site irão ficar com uma péssima qualidade impressas. Você pode “se dar bem” nos thumbnails, mas aumentar para qualquer tamanho apreciável vai testar sua sorte. Existem vários sites on-line que oferecem imagens de alta resolução de qualidade gratuita ou muito barata, que são uma boa fonte de imagens adequadas.

Design Gráfico - Resolução ruim

2. Não usar o sangramento.

Outro erro muito comum no design gráfico, cometido por designers principiantes, é enviar um documento ou imagem achatada para imprimir sem nenhum sangramento. Frequentemente você deve deixar “vazar” o fundo da arte pelo menos 3 mm em torno de cada borda cortada. Caso contrário, as impressoras não terão margem de manobra e cortarão parte da arte ou aparecerá uma borda branca. Assim, é sempre uma boa ideia, ao fornecer arquivos de imagem para impressão salvar os arquivos psd em camadas, se as coisas precisarem ser estendidas ou cortadas, você pode fazer isso na camada de fundo e, com sorte, reduzir o seu trabalho

Design Gráfico - Sangramento

3. Não converter as fontes para curvas(vetor).

Finalizamos o arquivo e temos certeza absoluta que está tudo ok. No entanto, se outra pessoa precisar alterar os arquivos ou usar seu logo em alguma publicação, se você não enviar as fontes ou convertê-las em curvas(vetor) elas poderão abrir os arquivos de forma incorreta e alguns programas de software poderão substituir fontes desconhecidas por um padrão. Dessa forma, esse é um problema específico quando você precisa desenterrar coisas criadas vários anos antes e não precisa mais das fontes antigas instaladas.

Design Gráfico - Texto em Curvas

4. Enviar para impressão usando cores especiais ou RGB

Existem razões válidas para o uso de cores exatas em obras de arte, logotipos que precisam fazer referência a cores Pantone específicas, por exemplo. No trabalho de design geral, no entanto, a maioria das impressões é enviada em prensas de 4 cores CMYK, com a 5ª cor ocasional para cor metálica ou para verniz UV localizado. Ainda assim é muito comum os designers esquecidos colocarem imagens RGB em arquivos e esperar que as cores vibrantes vistas na tela sejam reproduzidas na impressão.

5. Deixar clientes leigos comandarem o design

O cliente está sempre certo, diz o velho ditado. No entanto, é comum falar isso quase batendo com a cabeça na parede tanta raiva, lembrando que estes clientes, em algum momento, vão pagar e essa grana é para resolver seus problemas. Alguns designers enviam para o cliente uma arte ótima e outras ruins, esperando que o cliente aprove o melhor design. Ainda assim existe o risco muito real do cliente aprovar justamente a arte que o designer fez em cinco minutos apenas pra dar um opção pro cliente.


Enfim, há diversos outros pontos nos quais devemos estar sempre atentos, logo valorize-se!

Não esqueça de passar na página de cursos aqui do site. Valeu!

1 Comentário


Optimized with PageSpeed Ninja